Voltar ao Topo da Página
Um Blog focado em sustentabilidade e inovação
#vidavivablog
Foto - Certificação sustentável: mais que economia de água e energia

Certificação sustentável: mais que economia de água e energia

Ícone - Calendário 15/05/2018    Ícone - Comentários Nenhum comentário

Certificação sustentável: mais que economia de água e energia

 

A certificação LEED (em inglês: Leadership in Energy and Environmental Design) é conferida pelo Green Building Council Brasil para construções sustentáveis, comprometidas com uma série de fatores e normatizadas por diversas regras e normas que atestam a responsabilidade socioambiental de cada etapa. Relativamente recente – o LEED chegou no Brasil em 2004 – a certificação vem crescendo em demanda. Existem apenas cerca de 1200 empreendimentos registrado no país (com processo de certificação em andamento). Pouco mais de 400 empreendimentos já possuem a certificação LEED, sendo que o Rio Grande do Sul concentra 14 deles. Na região da serra gaúcha há apenas um. A entrevista com Paula Pereira, arquiteta Especialista em Construção Sustentável, mostra a importância desse atestado para a sociedade. Ela é profissional acreditada ​GBC Casa & Condomínio, e sócia-proprietária da Conceito P Estúdio.

 

O que representa para um empreendimento imobiliário possuir a certificação LEED?

​A certificação LEED é a mais reconhecida no mundo dentre as certificações de edificações sustentáveis. Um empreendimento com esse atestado foi projetado e construído para valorizar a economia local, respeita o meio ambiente e a sociedade. A conquista do selo exige o atendimento a pré-requisitos e pontuação em critérios como implantação, uso racional da água, energia e atmosfera, materiais e recursos, qualidade ambiental interna, requisitos sociais, inovação e projeto, além de critérios regionais.

 

​Quais os diferenciais para o consumidor que preferir um edifício com certificação?

​É um exercício de responsabilidade socioambiental. O edifício com certificação sustentável​ gera muito mais do que economia de água e energia. Ele comprovadamente foi projetado e construído considerando as melhores alternativas de terreno, orientação solar, materiais que causem o menor impacto possível ao meio ambiente, entre outros. Um empreendimento certificado analisa se o local de inserção tem alternativas variadas de transportes, comércios, serviços e espaços verdes para anteder a população que ali vai se instalar. No quesito ambiental, estuda como devolver uma porcentagem da flora e fauna que está retirando da cidade ao construir um edifício, busca minimizar desperdícios de materiais, reduzindo e controlando a destinação dos descartes. Para o morador, outros ganhos importantes são a redução do uso de energia graças a um projeto bem orientado, com ventilação natural e cruzada, sempre que possível, e uso de materiais isolantes adaptados ao clima. Todas as medidas comprovadas através da certificação aumentam a qualidade da vida dos ocupantes e da comunidade imediata, pois o objetivo geral dos cuidados sustentáveis é reduzir a emissão de CO2, contribuindo para um mundo melhor.

GALERIA DE FOTOS

Sem fotos na galeria no momento.

COMENTÁRIOS

Carregando...

Nenhum comentário foi feito ainda. Seja o primeiro!

TAMBÉM EM VIDAVIVA

Saiba como aproveitar melhor sua varanda

Nenhum comentário | 17/09/2019

Condensação: lembre-se dela nesse inverno

Nenhum comentário | 09/07/2019